Cultura Organizacional: dicas para estruturar os seus negócios

Cultura Organizacional: dicas para estruturar os seus negócios

cultura organizacional

O desempenho de um negócio, sem dúvidas é consequência da soma do que fazemos e como agimos dentro da empresa.  Desenvolver e desempenhar uma boa cultura organizacional é o primeiro passo para que as coisas corram bem.  E um dos maiores desafios para os empreendedores costumam aparecer na hora de lidar com a gestão dos números dentro de uma empresa. Muitos criam o negócio a partir de uma ideia e, com a chegada da rotina, desesperam-se com a enxurrada de receitas e despesas.

No dia a dia, essa falta de base se reflete na hora de lidar com a rotina da empresa. É comum que o empreendedor inicie um negócio sem fundamento de gestão, apenas com sua base técnica o que muitas vezes acarreta em um colapso no controle, onde o empresários não consegue administrar e verificar atividades, levando o negócio perder oportunidades.

Com esses entraves, toda ajuda na hora da organizar as finanças é pouca. Se o seu empreendimento passa por problemas nas contas, veja, a seguir, dicas essenciais para acabar com a bagunça em sua estrutura de gestão agora:

1. Separe o pessoal do empresarial
Um erro comum na hora de organizar as finanças  é misturar as contas do negócio com as contas pessoais. É preciso entender que o único recurso do empreendedor em sua empresa é o seu pró-labore.”

2. Liste despesas e receitas, detalhadamente
Você conhece todas as despesas do seu negócio? Colocar custos fixos (como aluguel) e variáveis (como a comissão dos vendedores), inclusive em termos de vencimento do pagamento e em assuntos agrupados na ponta do papel é fundamental para ter uma boa visão do que entra e sai. E o ajudará a ver o que é fundamental e o que pode ser diminuído ou cortado.

3. Mantenha atenção diária no fluxo de caixa
Ainda sobre o quesito entradas e saídas, é preciso estar atento ao fluxo de caixa do seu negócio. Atentar para as movimentações que ocorrem diariamente na operação ajuda a verificar alguns dados podem ficar muitas vezes escondidos.

4. Saiba seus prazos
Além de registrar o que acontece no dia a dia do empreendimento, é importante saber os prazos de pagamento e de recebimento de valores. Isso porque, quanto mais você conhecer seus prazos, melhor você negocia compras e vendas.

5. Não conte com dinheiro que ainda não foi entregue
Um outro ponto de atenção na hora de organizar as contas é o capital de giro. Na hora de considerar quanto dinheiro você tem em mãos, não conte aquela venda que está acertada, mas que ainda não caiu na conta. Muitas vezes, contar com valores que ainda estão no plano das ideias sai mais caro do que manter uma reserva para emergências.

6. Renegocie
Depois de ter suas despesas e receitas contabilizadas, é possível ver quais contratos podem ser renegociados: por exemplo, uma compra recorrente com um fornecedor ou o aluguel do imóvel. Faça uma pesquisa de mercado e veja se o preço desse contrato é condizente com o que costuma ser pedido. Quase sempre é possível dialogar.

Claro que, para essas e muitas outras situações inerentes ao controle financeiro e gestão de um negócio é sempre possível e importante contar com a presença e a palavra de profissionais especializados, como um bom contador para estes cuidados. Se você deseja melhorar as suas perspectivas com uma boa assessoria contábil que possibilite usufruir de mais tempo para tomar ações de desenvolvimento, entre em contato conosco e desfrute de mais equilíbrio em sua gestão: contato@primeadvice.com.br / fone: + 55 11 2022 5696.

logo-prime-advice

Comments

comments

Open chat